Cabecera. Bibliotecario. Por Edgardo Civallero

O blog. Bibliotecário. Por Edgardo Civallero


Bibliotecário

O blog de Edgardo Civallero sobre Biblioteconomia e Ciências da Informação


 

Sobre o blog | Outros espaços | Últimas notas, artigos e conferências | Livros digitais | Publicações | Sobre o autor | Atividades de ensino | Atividades de consultoria | Contato | Copyright | Um pouco de história

 

Sobre o blog

"Bibliotecario" (em espanhol, "Bibliotecário") é um blog mantido pelo bibliotecário argentino Edgardo Civallero para escrever sobre seu trabalho e interesses profissionais em bibliotecas e ciências da informação.

Embora as postagens, notas, colunas e artigos compartilhados aqui sejam escritos principalmente em espanhol, também são publicados conteúdos em português. Todos eles podem ser usados de acordo com as diretrizes de direitos autorais (veja abaixo).

 

Outros espaços

Eu mantenho outros blogs ("Un Sur de sonidos" / "Um Sul de sons", sobre música latino-americana, e "Bibliotecas y pueblos indígenas" / "Bibliotecas e povos indígenas"), bem como o espaço "Palabra indígena" / "Palavra indígena" no Tumblr, e um site em Instagram onde falo da natureza e a cultura latino-americanas, com um ênfase na conservação da diversidade biológica e cultural. Todos esses espaços, juntamente com o conteúdo que compartilho nas minhas redes sociais, podem ser acessados na barra lateral.

 

Últimas notas, artigos e conferências

Galapagos inside an archive – for the community. World Library and Information Congress – 85th IFLA General Conference and Council. Atenas, Grecia. 24-30.ago.2019 [ver].

Conservation science, local community, and a library in Galapagos. World Library and Information Congress – 85th IFLA General Conference and Council. Atenas, Grecia. 24-30.ago.2019 [ver].

UDC Biology Revision Project: reports on stages 3-6. Extensions and Corrections to the UDC (2014-2015), 36-37, pp. 59-73 [ver].

Proposals for the revision of Viruses, Bacteria and Protista. Extensions and Corrections to the UDC (2014-2015), 36-37, pp. 87-117 [ver].

Una biblioteca en las Galápagos: breve esbozo histórico de la biblioteca de la FCD. Códice 020.9866. Revista Ecuatoriana de Bibliotecología, año 4, n. 5, julio 2019, pp. 7-14 [ver].

 

Livros digitais

O autor oferece uma série de livros (em espanhol) sobre serviços de biblioteca para povos indígenas.

 

Publicações

São oferecidas várias publicações em acesso aberto, organizadas sob os seguintes tópicos: tradição oral, bibliotecas indígenas e rurais, decrescimento e conservação, bibliotecas públicas, biblioteconomia crítica e progressiva, blogs e bibliotecas, acesso aberto, linguagens de classificação, ensaio e opinião, e outros assuntos.

 

Sobre o autor

Sou natural do porto de Santa Maria de los Buenos Aires (1973). Tornei-me bibliotecário em 1999 e, em 2004, formei-me em Biblioteconomia e Ciência da Informação pela Universidade Nacional de Córdoba (Argentina). Lá também estudei Biologia e História (ramo de Antropologia e Arqueologia). Após uma carreira longa e diversificada, desde o início de 2018 moro entre as Ilhas Galápagos (Equador), onde sou coordenador da biblioteca e o arquivo da Fundação Charles Darwin, e Bogotá (Colombia), onde passo a maior parte do tempo, e onde estou estudando um mestrado em arquivos e memória.

Ao longo da minha carreira, adquiri uma vasta experiência na gestão de conhecimentos tradicionais, tradição oral e sons em risco de extinção, e no desenho de serviços de biblioteca para sociedades indígenas e outros grupos subordinados. A essas atividades adiciono meu trabalho com classificação de conhecimento, linguagens documentais, informações biológicas, web semântica, desenho de serviços de bibliotecas, gerenciamento de coleções, biblioteconomia crítica e social, descolonização, desenvolvimento de sistemas básicos (rural, comunitário, escolar, popular) e móveis de bibliotecas, acesso aberto, direitos autorais / copyleft, código aberto em biblioteconomia (DSpace, Koha, OJS3), história não européia do livro, leitura, humanidades digitais e pesquisa qualitativa. Entendo e defendo a biblioteca como um espaço comprometido, de ativismo e militância sociopolítica e de resistência cultural, identitária e coletiva.

Faço parte da seção de Assuntos Indígenas da IFLA, trabalho com o Consórcio CDU (Classificação Universal Decimal), participo de vários comitês editoriais e espaços de pesquisa e debate digital, dou aulas e ministro conferências, escrevo blogs e colunas periódicas de divulgação sobre tópicos que me interessam e continuo estudando e pesquisando.

Meu trabalho atual me vincula à pesquisa eletrônica, conservação da biodiversidade e o meio ambiente, biomimética, sustentabilidade e decrescimento, além de comunicação, divulgação e educação ambiental e gerenciamento de coleções biológicas.

Além das bibliotecas, sou revisor e designer editorial, performer da música latino-americana tradicional há 25 anos, blogger com 15 anos de experiência, wikipedista, esperantista, aprendiz de cientista cidadão e construtor de bonecos e instrumentos musicais.

Um resumo da minha carreira profissional pode ser consultado através de LinkedIn, enquanto minha produção bibliográfica fica no arquivo de acesso aberto Acta Académica.

 

Atividades de ensino

Desenvolvo meu trabalho de ensino em torno da maioria dos tópicos que compõem a biblioteconomia convencional (ou seja, aqueles ensinados em um currículo universitário). Acrescento a eles as facetas mais sociais da profissão (biblioteca crítica e "de trincheira", bibliotecas "no limite"), atividades relacionadas à memória (oralidade, conhecimento tradicional), áreas de contato entre biblioteca / informação e ciências biológicas e ambientais, e o mundo do gerenciamento de dados.

Entre as possíveis atividades a serem desenvolvidas (cursos, oficinas e/ou seminários), ofereço a série "Biblioteconomia para não bibliotecários" (com uma ampla seleção de conteúdos, desde aquisição até catalogação e classificação, passando pelo desenho de políticas e a animação da leitura), a série "Bibliotecas de trincheira" (para bibliotecas não convencionais ou que trabalham em espaços complexos), a série "Descolonizando as bibliotecas" (abordando trabalhos de bibliotecas desde as Epistemologias do Sul), a série "Bibliotecas e biosfera" (que aborda ciência cidadã, sustentabilidade, crescimento, bibliotecas verdes, Agenda 2030) e a série "Bibliotecas desde zero" (para aqueles que desejam iniciar uma biblioteca). Também trabalho com construção de ontologias e tesauros, classificação de conhecimento, gerenciamento de dados e web semântica.

Por último, ensino cursos, oficinas e/ou seminários sobre coleta e gerenciamento de tradição oral e sons ameaçados (idiomas e música, principalmente indígenas) e a organização de serviços de biblioteca para sociedades indígenas e populações minoritárias.

 

Atividades de consultoria

Desenvolvo atividades de consultoria profissional sobre temas relacionados à organização de coleções bibliográficas e informativas (físicas e virtuais), análise documental e classificação de conhecimento, desenvolvimento de ontologias, vocabulários e tesauros (especialmente aqueles relacionados às ciências puras e naturais, antropologia e história), planejamento de serviços de informação e design de bibliotecas virtuais (científico-acadêmicas e empresariais), gerenciamento de dados, atividades de memória urbana, desenvolvimento de serviços de bibliotecas móveis (especialmente rurais), gerenciamento de patrimônio cultural (sobre todo indígenas e camponeses), gestão de fundos sonoros (idiomas ameaçados, música tradicional) e expressões orais, e organização de informações bioinformáticas e coleções biológicas.

 

Contato

Meu email de contato é edgardocivallero (.) gmail (.) com. Também posso ser contatado através de minhas redes sociais (veja no final da barra lateral).

 

Copyright

Os textos publicados neste blog são de propriedade intelectual do autor, se não indicado de outra forma, e são distribuídos sob uma licença Creative Commons by-nc-nd 4.0 International.

As imagens exibidas no cabeçalho do blog são fotos tiradas pelo autor em seu local de residência.

Todos os outros conteúdos gráficos são utilizados sem fins lucrativos; exceto nos casos em que a autoria pode ser indubitavelmente atribuída, o rodapé de cada postagem exibirá apenas o URL de onde as imagens foram adquiridas. O material gráfico será excluído permanentemente deste blog quando exigido pelo autor (devidamente identificado).

 

Um pouco de história

O blog "Bitácora de un bibliotecario" foi lançado em 2 de dezembro de 2004 como um dos primeiros blogs de língua espanhola sobre bibliotecas e bibliotecários. Em seus posts, o autor —recém graduado da Universidade, com alguns anos de experiência profissional e começando a descobrir um mundo acadêmico impressionante e conflituoso— escreveu sobre suas preocupações e descobertas, suas esperanças e decepções, suas lutas. Entre 2005 e 2008, ele manteve uma versão paralela em inglês, "The log of a librrian". A partir de 2009, as publicações foram cada vez menos freqüentes e, em 2014, o autor decidiu fechar a antiga "Bitácora..." e, com ela, um período de sua vida pessoal e profissional.

Com a perspectiva dada pelos anos e os caminhos trilhados, e tudo o que foi aprendido e salvo na mochila, o autor abriu em 2015 este novo blog / site, "Bibliotecario", apenas em espanhol: um herdeiro do anterior, que continuará muitos de seus trabalhos, muitas de suas idéias e todos os seus valores.

 



Las entradas publicadas en este blog pueden accederse a través del índice de entradas.

Las entradas pertenecientes a la serie de notas Apuntes críticos pueden leerse aquí, junto a las de la serie Gotas de animación a la lectura. Asimismo pueden consultarse las distintas entradas de las columnas Palabras ancladas, Los muchos caminos, Palabras habitadas, Libros y lecturas indígenas y Cartas desde la biblioteca.

Por último, las conferencias, los artículos académicos y otros trabajos similares pueden consultarse a través del listado completo de publicaciones, o bien revisando el archivo de Acta Académica (de acceso libre) o las plataformas Academia.edu, Issuu, Scribd y Calameo.